Cidades

2018 registrou 211 ocorrências de maus-tratos a animais no MS

A violência contra os animais, infelizmente, só cresce em Campo Grande e no Mato Grosso do Sul. Dados da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) registraram 211 boletins de ocorrência de maus-tratos animal em 2018. Do dia 1 de janeiro até hoje foram registrados nove casos de violência contra animais. No entanto, há vários casos que não chegam até aos órgãos competentes. “Nos últimos 15 dias, nós atendemos 10 casos de animais resgatados que sofrem maus tratos, como envenenamento, tiro, espancamento entre cães e gatos. Eles vêem tão machucados que nem sempre conseguimos salvar.”, explica o vereador veterinário Francisco (PSB) que trabalha na causa animai há 40 anos.

Esse é o caso da protetora independente Maria Helena de Oliveira, 38 anos, que resgatou, em um terreno baldio na região do Carandá Bosque, um cachorro que foi espancado e envenenado. “Eu estava caminhando quando vi o cachorro todo ensangüentado e vomitando. Fui até em casa peguei meu carro e levei no veterinário. Lá o médico me disse que ele tinha costelas quebradas provavelmente por levar chutes e tinha sido envenenado com raticida”, explica a protetora que possui seis cães e oito gatos. 

No fim do ano passado o Congresso Nacional aprovou a Lei n° 9.605/1998, de crimes ambientais, maus-tratos contra animais é crime, com punição de detenção e multa. Para que o responsável seja punido, é necessário que o crime seja denunciado. Porém, poucos casos são formalizados e levados à diante no país. Denúncias de maus-tratos devem ser feitas à polícia, com registro de boletim de ocorrência nas delegacias.

A população pode denunciar maus tratos a animais na DECAT – Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Atendimento ao Turista é a Delegacia responsável pelo suporte a este tipo de denúncia 3325-2567 / 3382-9271, que podem ser feitas também no Ministério Público e o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) e pelo telefone 33135003.

Deixar um comentário

%d blogueiros gostam disto: