PolíciaPolítica

Blogueiro bolsonarista é preso pela PF em Campo Grande após suspeita de fuga para o Paraguai

Foto: Reprodução/Twitter

O blogueiro Oswaldo Eustáquio foi preso pela Polícia Federal, na manhã de sexta-feira (26), em Campo Grande. Ele é investigado na Operação Lume, inquérito que apura financiamento e organização de atos antidemocráticos para a volta da ditadura militar e fechamento do Congresso Nacional e Supremo Tribunal Federal.

De acordo com o portal UOL, a Polícia Federal localizou o ativista bolsonarista inicialmente em Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai. Ele vinha sendo monitorado, pois haveria perigo de ele deixar o país, e foi encontrado hoje em Campo Grande.

Oswaldo Eustáquio é ex-assessor do Ministério dos Direitos Humanos e sua esposa trabalha no governo Bolsonaro. A reportagem não localizou Eustáquio ou seus advogados.

O blogueiro apareceu em uma live com o ex-deputado condenado no mensalão Roberto Jefferson, quando o político defendeu que haveria uma tentativa de golpe contra Jair Bolsonaro (sem partido). A conversa ao vivo foi retransmitida pelas redes sociais do presidente.

No Twitter, Oswaldo Eustáquio disse que possui um “núcleo de jornalismo investigativo”. O referido núcleo estaria no Paraguai, onde descobriu que o “comércio aberto” e o “combate à desinformação da mídia” seria a causa de poucas mortes por coronavírus no país vizinho.

Eustáquio depois disse que ele mesmo estava no Paraguai. “Estou aqui. E o que vejo é o comércio aberto, povo sem máscara e postos de saúdes vazios”, afirmou na rede social.

Deixar um comentário

%d blogueiros gostam disto: