Cidades

Caos no Caiobá: enchentes e posto de saúde alagado geram indignação dos moradores

As fortes chuvas dos últimos dias levaram destruição aos moradores do Portal Caiobá, região oeste de Campo Grande. A enxurrada invadiu casas, arrastou motociclistas e deixou ruas alagadas.

UBSF no Portal Caiobá com teto mofado e chão alagado.

Na Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) do bairro, inaugurada há pouco mais de sete anos, a situação também era alarmante. O teto está tomado de mofo devido às goteiras. A cada chuva, os funcionários correm para cobrir os equipamentos e materiais de trabalho.

A situação chegou até a vereadora Camila Jara (PT), que visitou o bairro na manhã dessa quinta-feira (14), para ver de perto os problemas enfrentados pelos moradores. A  UBSF foi encontrada sem iluminação e com vários outros problemas de infraestrutura. Todos os setores da unidade apresentavam infiltrações e algumas salas tiveram que ser interditadas. 

Em conversa com alguns pacientes que aguardavam por consulta, muitos reclamavam da farmácia fechada, justamente por conta das infiltrações, tornando impossível a distribuição de medicamentos.

As chuvas também resultaram em enxurradas justamente nas ruas asfaltadas do bairro, que aparentemente não foram projetadas com sistema de drenagem compatível com o volume de água.

Como resultado do mau planejamento, a última chuva fez com que carros, motos e bicicletas fossem arrastadas pela enxurrada, além de diversos imóveis alagados. A visita ao bairro também foi acompanhada pelos vereadores Tabosa (PDT), André Luiz (Rede) e Alírio Villasanti (PSL).

Todas essas demandas foram reunidas e encaminhadas para a Secretária Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (SISEP) já na manhã desta sexta-feira (15). Camila Jara se reuniu com o titular da pasta, Rude Fiorese, que assumiu o compromisso de ir ao bairro na próxima semana junto dos vereadores para verificar os problemas apresentados.

Segundo Fiorese, o problema na UBSF se trata de entupimento de calhas, mas a vereadora insistiu que um técnico fosse enviado para realizar uma análise mais completa. 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: