Saúde

Capital poderá ter mais 40 leitos de UTI-Covid instalados na Santa Casa

Um trabalho conjunto entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) e Santa Casa de Campo Grande, poderá resultar na oferta de até 40 novos leitos de UTI-Covid na Capital, a serem instalados num prazo de 7 a 10 dias.

Os entendimentos estão sendo feitos com uma empresa que presta serviço semelhante a municípios dos estados de Goiás, Mato Grosso e Tocantins e poderá ser contratada em parceria, com custeio partilhado pelo Estado e Município de Campo Grande. O objetivo é reduzir a fila de espera, que nesta sexta-feira (11) chega a 160 pacientes aguardando uma vaga em leitos de UTI na Central de Regulação da Capital.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, caso a modalidade funcione adequadamente na Capital, a mesma empresa poderá ser contratada para ofertar leitos de UTI em outras cidades de Mato Grosso do Sul, que também registram aumento de pacientes graves de Covid-19, como Amambai, São Gabriel do Oeste e Maracaju.

As negociações levam em conta a expertise da empresa que está sendo contatada, já que a mesma se compromete a instalar os leitos em curto espaço de tempo, possui todos os equipamentos necessários para a implantação dos leitos e se responsabiliza pelos medicamentos necessários como antibióticos e componentes do chamado “kit intubação”, bem como pela contratação dos profissionais para cuidarem dos pacientes.

Ricardo Minella, SES

Foto: Chico Ribeiro/Arquivo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: