Política

CGU identificou pagamento indevido de R$ 1,97 bi em auxílios para taxistas e caminhoneiros

FOTO GABRIELA BILO / ESTADAO

A Controladoria-Geral da União (CGU) anunciou que, ainda hoje, enviará ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) os resultados das auditorias realizadas nos pagamentos de benefícios implementados pelo governo de Jair Bolsonaro (PL) em 2022.

De acordo com a CGU, foi identificado um pagamento indevido de R$ 1,97 bilhão relacionado aos auxílios destinados a taxistas e caminhoneiros. O órgão realizou uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira para apresentar as conclusões das auditorias.

A responsabilidade de avaliar possíveis infrações eleitorais cometidas pelo então candidato à reeleição Jair Bolsonaro, que foi derrotado por Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições do ano passado, caberá ao TSE.

Deixe uma resposta