Cultura

Em sua sétima edição, Corrida das Drag do MS estreia no próximo domingo

No próximo domingo (14) estreia a sétima edição do reality sul-mato-grossense “Corrida das Drag”, que nesta temporada traz como pano de fundo para os desafios a temática japonesa. E o público já pode ir preparando o lugar preferido do sofá para conferir os cinco episódios. Mas, enquanto o grande dia não chega, a gente aproveita também para apresentar as cinco queens desta edição com o aval da produção do programa, claro. 

A exibição será aos domingos, a partir das 19h, pelo canal Corrida das Drag, no YouTube. O nome e a ficha de cada uma delas você confere no final da matéria, então, contenha a curiosidade. Nada de dar spoiler antes, porque a gente tem mais novidades para dividir com você. A única pausa liberada é para conferir o teaser desta temporada do reality. 

É que a produtora cultural e uma das organizadoras da Corrida das Drag, Pamella Yule, adiantou algumas informações para quem for conferir o trabalho. “Pode esperar bastante caricatice, porque estamos com uma equipe que ama fazer um humor cínico, sabe? Pode esperar também bastante cultura, informação e curiosidades sobre o Japão e o seu universo. E, um pequeno spoiler, pra quem tá com saudade de ver drag dublando na Corrida, vai ter a oportunidade de matar a saudade”, revela. 

Cinco competidoras Drags em busca da coroação como Pantanal Star. Assim é o tradicional reality sul-mato-grossense, Corrida das Drag que a cada episódio promove um desafio entre as participantes e elimina uma, até que fique apenas a grande campeã. 

Um outro ponto bem interessante desta edição é que vai ter uma leva considerável de queens em começo de carreira, ou seja, pelas competidoras vai dar para sentir um pouco da linha criativa dessa nova geração Drag do Estado, conforme avalia a produtora. “Olha, a gente já quebrou essa expectativa de que as candidatas mais inexperientes sejam fracas, porque Jhannine Perry começou a se montar próximo da Corrida das Drag 4 e levou o título”. 

E se depender do material entregue junto ao formulário de inscrição, o público pode manter a animação. “Espero que elas consigam superar a qualidade das produções da Corrida das Drag 6, e elas já mostraram que tem potencial pra isso nas fotos de inscrição”, reforça ela. 

A Corrida das Drag 7 é a primeira edição feita com incentivo público, conseguido através do edital Morena Cultura e Cidadania, promovido pela Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo), com recursos da Lei Aldir Blanc (LAB). 

É importante lembrar que, por conta da pandemia, há um protocolo de biossegurança no set de filmagens que está sendo seguido à risca para a segurança das candidatas e da equipe de produção. Já os nomes das participantes você confere agora: 

Corrida das Drag 7 – participantes:

Amanita Muscaria, Campo Grande (MS) 

Amanita Muscaria começou a se montar em abril de 2020. O estudante e muralista Leonardo Bueno, de 22 anos, é quem dá vida à drag e a define como “uma drag experimental, que vai variar de forma, estilo e espécie”, além de gostar de utilizar elementos comuns no cotidiano brasileiro. Se interessou em participar da Corrida das Drag 7 pela visibilidade, prêmio e por se sentir à vontade no ambiente online. 

Instagram: @ammuscaria 

Afro Queer, Campo Grande (MS) 

A artista Afro Queer mostrou interesse em experimentar maquiagem para a construção da sua personagem quando entrou na faculdade de Artes Cênicas. Quem dá vida à drag é Emiliano Mateus Santos, de 21 anos, que não gosta de definir o estilo de Afro Queer. “Definir não é comigo, eu e ela, ela e eu, estamos em um processo de descoberta e possibilidades, então busco experimentar de várias formas”, explica. 

Instagram: @Afro_queer 

BruAndra Guel, Campo Grande (MS) 

Bruandra Guel é a drag queen mais nova dentre as competidoras, ela começou a se montar este ano, no réveillon. Mas ela adentrou neste universo há cerca de 5 anos através o reality show RuPaul’s Drag Race. Quem dá vida à personagem é Bruno Andraguel, que ainda não gosta de definir a estética de sua drag. “Não gosto de definição para as coisas na minha vida, mas em 3 palavras posso dizer que ela é uma lady cartoonizada bagaceira”, enumera. 

Instagram: @bruandra_guel 

Katharina, Dourados (MS)

Katharina nasceu do interesse do estudante de ciências sociais Luiz Catarino, de 21 anos, pelo universo de glamour das divas do pop.  Ele, que reside em Dourados e conta que a escolha do nome queen é uma referência ao seu próprio. Já a estética veio de elementos do mundo da moda, que ama, unidos a brasilidade, “Cresci no Mato Grosso, então, tinha toda aquela brasilidade, Calypso, Ivete Sangalo e todas as outras divas que trazia um pouco desse glamour. Defino a estética da katharina uma junção da comédia, passarela, glamour e povo”. 

Instagram: @Itsme.Katharina 

Kaori Nana, Ponta Porã (MS)

Kaori surgiu a partir de um challenge, desafio, no Facebook que João Gabriel Maceno, 26 anos, realizou em 2019. Natural de Ponta Porã, ele encontrou em Kaori a sua expressão artística inspirada no universo das artistas de K-pop, animes, cosplay, etc.  A 7ª edição da Corrida das Drags é a sua segunda tentativa em ser Pantanal Superstar como revela, “Não fui selecionada, fiquei bem triste na época. Agora, estou aqui porque acredito que o concurso é uma janela, passaporte para mostrar nossa arte”. 

Instagram: kaorii_nana 

Outras informações sobre a competição você encontro no Facebook (@corridadasdrag) e no Instagram (@corridadasdrag). 

Serviço:

Corrida das Drag 7

Data de estreia: 14 de março (domingo)

Horário: a partir das 19h

Local de transmissão: canal Corrida das Drag,   (no YouTube) 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: