Esporte

Funcionária denúncia presidente da CBF por assédio sexual

Uma funcionária do cerimonial da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) denunciou o presidente da entidade por assédio sexual e moral durante reuniões e viagens da entidade. O caso foi relevado pelo Globo Esporte.com, mas já vinha sendo discutido há alguns meses pelo mundo do futebol.

Entre os fatos narrados pela funcionária estão constrangimentos sofridos por ela em viagens e reuniões com o presidente e na presença de diretores da CBF. Na denúncia, a funcionária detalha o dia em que o dirigente, após sucessivos comportamentos abusivos, perguntou se ela se “masturbava”. Entre outros episódios de extrema gravidade, segundo a funcionária, Caboclo tentou forçá-la a comer um biscoito de cachorro, chamando-a de “cadela”.

Procurado, Rogério Caboclo não se pronunciou sobre a denúncia.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: