PolíticaSaúde

Gleice Jane representa MS em conferência nacional de combate ao câncer de mama

A deputada estadual Gleice Jane (PT) participou na quinta-feira (31) e continua nesta sexta-feira (1º) representando a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) na Conferência de Lideranças Femininas, promovido pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama).

O evento, que acontece em São Paulo nos dias 31 de agosto e 1º de setembro, tem como objetivo fortalecer o papel da mulher no desenvolvimento de políticas públicas voltadas ao diagnóstico e combate do câncer de mama, bem como capacitar lideranças do terceiro setor em tópicos de governança e cenário político.

O convite foi encaminhado à parlamentar pela presidente da Femama, dra. Maira Caleffi, considerando a atuação da deputada estadual petista como liderança no estado de Mato Grosso do Sul e o agradecimento pela participação dela feito em nome de Maria Aparecida Palmeira da Associação de Combate ao Câncer da Grande Dourados (ACCGD).

“A saúde das mulheres sul-mato-grossenses sempre foi prioridade para nós. Em junho deste ano, realizamos o seminário ‘Saúde das Mulheres: Especificidades e Diversidade’, em parceria com a deputada federal Camila Jara (PT), a vereadora Luiza Ribeiro (PT) e a Coletiva Sempre Vivas. Na ocasião, abrimos um espaço de diálogo, reflexão e troca de experiências em relação ao tema, contribuindo para a formação de políticas públicas mais equitativas, inclusivas e efetivas. Com isso, criamos um espaço para os representantes de entidades públicas e organizações que ajudarão a traçar um panorama das principais dificuldades enfrentadas no desafio de assegurar políticas públicas para saúde feminina”, detalhou a deputada.

O evento foi o primeiro de um ciclo de seminários que deve durar até o próximo ano, assegurando espaço para as reivindicações de saúde das mulheres trans, negras, indígenas, com deficiência, jovens, idosas, em privação de liberdade, em situação de rua, profissionais do sexo, do campo, ribeirinhas, trabalhadoras, profissionais de saúde, quilombolas, dentre outras.

Foto: Femama

Saúde das mulheres

O encontro da Femama aborda temas cruciais como o protagonismo feminino na política pela defesa dos direitos das pacientes oncológicas, o estímulo à proatividade das pacientes no processo de diagnóstico e tratamento, além de questões como a pressão social para a aplicação das Leis do 30 Dias e 60 Dias para exames e início do tratamento após diagnóstico.

Conforme a Femama, a conferência visa sensibilizar a sociedade sobre os cânceres femininos, conscientizando sobre seu impacto nas mulheres e em seu entorno. O evento também defenderá o acesso equitativo ao diagnóstico e tratamento, independente de origem, classe social ou condição da paciente.

Para a presidente da Femama, Maira Caleffi, o encontro serve para conectar diversos agentes engajados em melhorar a situação das mulheres em relação a essa doença em todo o Brasil. Confira os principais temas que serão discutidos na conferência:

●       Protagonismo da mulher na política pelas lutas em prol aos direitos às pacientes oncológicas

●       Incentivo à proatividade da paciente na busca por diagnóstico e durante o tratamento do câncer de mama

●       Pressão social para o cumprimento da Lei do 30 Dias (exame para diagnóstico deve ser feito em até 30 dias após suspeita de câncer) e da Lei do 60 Dias (direito ao início do tratamento em até 2 meses a partir do diagnóstico)

●       Sensibilização da sociedade sobre o tema cânceres femininos e consciência social sobre o impacto da doença de uma mulher para todo o seu entorno

●        Pressão social e advocacy para que todas as mulheres com câncer de mama tenham atendimentos adequados em todas as fases da doença

●       Incentivo aos acessos igualitários ao diagnóstico e ao tratamento independentemente da origem, classe social ou condição da paciente.

Saiba mais pelo site da Femama em https://femama.org.br/.
Fonte: Assembleia Legislativa de MS.

Deixe uma resposta