Economia

Governo discute novo plano diretor em Porto Murtinho, porta de entrada da Rota Bioceânica

Com foco no desenvolvimento e nas novas oportunidades da rota bioceânica, o governador Eduardo Riedel e representantes de várias instituições se reuniram nesta quarta-feira (19) para discutir o planejamento estratégico, econômico e a criação de um plano diretor em Porto Murtinho, que é uma cidade estratégica do Estado na implantação do corredor.

Prefeito de Porto Murtinho, Nelson Cintra (Foto: Álvaro Rezende)

O prefeito de Porto Murtinho, Nelson Cintra, destacou que todo apoio e ajuda para cidade será importante nesta mudança social e econômica, em função da rota. “Estamos conversando com o Governo, instituições e universidades e todos estão dispostos a ajudar, o que nos deixa muito contente. Esta reunião foi muito produtiva. A cidade vai ter um boom em função do corredor”.

Reitor da Uems, Laercio Alves de Carvalho (Foto: Álvaro Rezende)

Um dos parceiros deste projeto é a Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul). “A Universidade vai contribuir com esta proposta do plano diretor da cidade, porque já estamos fazendo o acompanhamento da rota desde o início. Vai existir aqui uma ação em conjunto e vamos aprimorar o projeto para trazer ao governador”, disse o reitor da Uems, Laércio Alves de Carvalho.

O professor e geógrafo Fábio Martins Ayres, que é coordenador do Centro de Pesquisas de Estudos de Fronteira da Uems, participou do encontro e disse que a expectativa é a produção deste plano em seis meses. “Estamos correndo contra o tempo. A novidade é que vamos fazer um trabalho e ordenamento do município na área urbana e rural, que vai ser base para os próximos 40 anos, sendo fruto de um trabalho conjunto”.

Mateus Boldrine Abrita (Foto: Álvaro Rezende)

Já Mateus Boldrine Abrita, que faz parte da Superintendência de Inteligência de Dados da Segov (Secretaria Estadual de Governo e Gestão Estratégica), destacou que outros trabalhos vão contribuir para este desenvolvimento. “Temos expertise em projetos anteriores em fazer o mapeamento dos arranjos produtivos locais, analisando economicamente os municípios que estão no trajeto da rota, em especial Porto Murtinho, o que vai contribuir com esta iniciativa”.

Porto Murtinho é uma cidade estratégica para Mato Grosso do Sul, já que liga o Estado aos países sul-americanos, rumo ao Oceano Pacífico. Está sendo construída inclusive uma ponte sobre o Rio Paraguai, na divisa do município com a cidade de Carmelo Peralta (Paraguai), que faz parte da rota bioceânica.

Também participaram da reunião o secretário Jaime Verruck (Semadesc), o deputado Paulo Corrêa e representantes do Sebrae-MS, Fiems (Federação das Indústrias de MS) e Unilivre (Universidade Livre do Meio).

Construção da ponte sobre o Rio Paraguai, em Porto Murtinho (Foto: Divulgação/MOPC)

Leonardo Rocha, Comunicação do Governo de MS
Foto Capa: Saul Schramm

Deixe uma resposta