Polícia

Idosa de 70 anos mantinha casa de exploração sexual

A Polícia Civil fechou uma casa de prostituição que era dirigida por uma mulher de 70 anos, suspeita de exploração sexual de menor de idade, na tarde de ontem (2), em Água Clara, no interior do Estado. O fato foi denunciado pelo Conselho Tutelar ao tomar conhecimento de que uma menina de 15 anos era explorada sexualmente no local.

Em diligências para apuração dos fatos, a Polícia constatou a ação criminosa ao abordar um homem de 41 anos, que seria o gerente do prostíbulo e mantinha relações sexuais com a adolescente de 15 anos. O suspeito também ameaçava a garota para que ela obedecesse e trabalhasse no local, em alguns momentos agindo com violência.

Após receber as informações, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva do homem e pela aplicação da medida cautelar de proibição de exploração de atividade econômica contra a idosa, deferida pelo Poder Judiciário. Conforme repercute o portal G1, há suspeitas de que outras adolescentes eram exploradas no local.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: