Geral

Juiz pressiona Serviço Postal dos EUA a garantir entrega de cédulas

A voter fills out a ballot on Election Day in Conshohocken, Pennsylvania, U.S., November 3, 2020. REUTERS/Rachel Wisniewski

Um juiz distrital dos Estados Unidos (EUA) afirmou nessa quarta-feira (4) que quer garantir que todas as cédulas restantes da eleição presidencial do país sejam entregues, exigindo que o diretor do Serviço Postal, Louis DeJoy, responda a perguntas sobre por que a empresa não conseguiu concluir uma varredura ordenada pelo tribunal sobre cédulas enviadas pelo correio ainda não entregues.

“As questões urgentes são onde estão as cédulas e como podemos entregá-las para que possam ser contadas”, disse o juiz distrital Emmet Sullivan,ao concluir uma audiência que incluiu o depoimento do representante do Serviço Postal Kevin Bray, que respondeu a perguntas sobre entregas de votos.

Muitos estados estão aceitando cédulas por até uma semana após o dia da eleição, terça-feira, desde que tenham sido postadas até então. Os votos ainda estão sendo contados por autoridades eleitorais em estados cruciais na disputa entre o presidente Donald Trump, do Partido Republicano, e o candidato democrata, Joe Biden.

O serviço postal está realizando varreduras e usando redes prioritárias até sábado para entregar as cédulas restantes. O órgão informou que concluiu as varreduras na noite de terça-feira, ordenadas pelo juiz e obteve apenas 13 cédulas, todas na Pensilvânia.

Sullivan disse que DeJoy, nomeado por Trump e anteriormente arrecadador de recursos do Partido Republicano, “ou terá que ser deposto ou comparecer e testemunhar sob juramento por que algumas medidas não foram tomadas”.

Sullivan determinou as varreduras em resposta a ações judiciais de grupos como Vote Forward, NAACP e defensores da comunidade latina.

EBC

Leave a Response

%d blogueiros gostam disto: