Política

“Não tem comprovação”: Bolsonaro volta atrás e diz que não recomenda cloroquina

Foto: Carolina Antunes/PR

Ao contrário do que vinha fazendo desdo o início da pandemia causada pelo novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) resolveu parar de promover o uso da hidroxicloroquina no combeta à doença.

Durante transmissão ao vivo do Palácio da Alvorada, no fim da tarde dessa quarta-feira (15/7), Bolsonaro disse que não há comprovação científica de que o medicamento seja eficaz contra a Covid-19. Algo que diversos estudos vêm apontando há meses.

“Eu não recomendo nada, eu recomendo que você procure seu médico e converse com ele. O meu, no caso, médico militar, foi recomendado hidroxicloroquina”, disse o presidente da República.

Ainda infectado com coronavírus, Jair Bolsonaro tem utilizado o medicamento em seu tratamento.

“Coincidência ou não, sabemos que não tem nenhuma comprovação científica, mas deu certo comigo. No mais, não existe nenhum medicamento ainda no mundo que tenha comprovação científica constatada. Então, é uma situação de observação, que deu certo comigo, deu certo com muita gente”, relatou Bolsonaro.

“Muitos médicos dizem que a hidroxicloroquina funciona. Não estou fazendo nenhuma campanha para o medicamento, afinal de contas, o custo é baratíssimo e, talvez, por causa disso, que tem muitas pessoas contra. E outras, parece, por questões ideológicas, parece”, concluiu.

*Com site Metrópóles

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: