Esporte

Operário vence Comercial e já pensa no Chapadão próximo domingo

O Comerário 190 terminou alvi-negro. Neste domingo (3), em Campo Grande, o Operário FC, de virada, venceu o Comercial por 3 a 1 e entrou na zona de classificação nesta quinta rodada do Campeonato Estadual. Renato Maceió até marcou primeiro para o time vermelho, mas Jorginho, ainda na etapa inicial, Fernando e Alberto, nos primeiros minutos do segundo tempo, marcaram os gols do jogo. O Galo agora soma seis pontos em três jogos disputados e sobe para sétima posição. O Comercial jogou cinco vezes e tem sete pontos, na quarta posição, junto com Urso e SERC.

Os primeiros minutos do clássico no Morenão foram dominados pelo Operário, aproveitando principalmente as bolas paradas com Murilo. Aos sete, em cobrança pela direita, o zagueiro André Paulino apareceu na área e cabeceou com perigo, mas para fora. Aos poucos, o Colorado foi se soltando e obrigando o goleiro Jota a também trabalhar, principalmente em jogadas pelo lado direito do ataque, aproveitando os avanços do lateral Da Silva.

Aos 28 minutos, o Galo voltou a levar perigo com Fernandinho. O meia foi lançado na área pela direita e bateu firme, mas a bola foi para fora depois de resvalar no travessão. A resposta colorada veio sem seguida e Renato Maceió chegou a marcar, mas estava impedido. Aos 34, Hyado roubou a bola pelo meio e lançou Maceió, desta vez em posição legal. O atacante levou vantagem sobre Rodrigo Arroz e bateu no canto direito de Jota, sem defesa, abrindo o placar.

A festa vermelha durou até os acréscimos. Aos 49 minutos, Da Silva cobrou lateral na área e, na disputa entre ataque e zaga, a bola sobrou para Jorginho, na marca do pênalti. O meia bateu mascado, mas a bola desviou na cabeça de Fernando Prado e tirou o goleiro Rodolfo da jogada, empatando o jogo.

O gol no fim do primeiro tempo mudou o jogo e fez o Operário voltar animado e definir o placar da virada nos primeiros minutos. Logo no segundo minuto, Thiago recebeu pela esquerda e cruzou rasteiro na linha da área pequena. Zaga e Rodolfo não se entenderam para fazer o corte e a bola chegou limpa para Fernandinho empurrar para as redes, virando o placar.

Aos seis minutos, o lance mais polêmico da partida. Alberto tocou para Fernandinho por elevação, Rodolfo saiu do gol para fazer o corte e, quando tocou a bola, derrubou o meia. O árbitro Augusto Borges Ortega entendeu como falta e marcou pênalti, o que gerou muita reclamação dos colorados. Alberto fez a cobrança com perfeição, aumentando a vantagem alvi-negra e definindo o placar em 3 a 1. O Técnico Arilson promoveu as estreias do meia Jean Carlos, do lateral esquerdo Gerson e do volante Natan neste Comerário.

Nota triste

Quase no fim do primeiro tempo o lateral direito Murilo do Galo, teve um corte profundo próximo a canela na perna direita em disputa de bola com o jogador do Comercial, teve que sair de ambulância do campo e ali mesmo o Dr Valdir, médico Operariano auxiliado pela equipe médica a QualiSalva realizaram o atendimento ao jogador que agora irá ficar em recuperação em até 20 dias.

Próximo jogo

Nesta segunda-feira é folga geral do elenco, que se reapresentam na terça-feira(5) já se preparando para o próximo confronto no domingo dia 10 do Operário contra o Serc Chapadão no Morenão às 16hs.

Deixar um comentário

%d blogueiros gostam disto: