Polícia

Polícia prende suspeito de agredir e estuprar mulher grávida

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Delegacia da Polícia Civil de Miranda cumpriu, nesta quarta-feira (9), mandados de busca e apreensão e prisão preventiva contra um suspeito de agredir e estuprar uma mulher grávida. Com ele foi encontrado um simulacro de arma de fogo, que pode ter sido utilizado no crime.

Em maio deste ano, chegou ao conhecimento dos policiais, através do hospital municipal, a notícia sobre um crime de estupro cometido contra uma gestante. Inicialmente, a vítima relatou que foi abordada por um desconhecido na rua, que lhe derrubou num terreno, lhe desferiu chutes em sua barriga e a estuprou.

Após diligências investigativas, a Polícia Civil esclareceu a verdade dos fatos, sendo que a vítima informou que mentiu nas primeiras declarações, por receio de ameaças que vinham feitas pelo suspeito contra a vítima e seus filhos. A mulher relatou que é usuária de pasta base e o acusado, que é seu conhecido, lhe convidou para utilizarem substância entorpecente em sua residência.

Ao chegarem na residência do suspeito, ele a acusou de ter consumido toda a droga e que a vítima teria que fazer sexo, como forma de pagamento. Diante da recusa da vítima, o indivíduo sacou uma arma de fogo, apontou para a cabeça dela, começou a chutar sua barriga e estrangula-la. Em seguida, retirou sua bermuda e manteve relações sexuais com a mulher.

Após o ato sexual, o suspeito teria expulsado a vítima do imóvel, dizendo que se ela relatasse algo sobre os fatos, iria morrer juntamente com seus filhos, informando, ainda, ser ligado a facção criminosa e que já teria sido preso em São Paulo/SP.

Diante disto, a autoridade policial de Miranda representou pela prisão preventiva do suspeito, bem como pela busca e apreensão em sua residência. O indivíduo está detido na Delegacia de Polícia de Miranda/MS e foi formalmente indiciado pelo crime de estupro.

Deixar um comentário

%d blogueiros gostam disto: