Cidades

Procon-MS flagra irregularidades e autua nove agências bancárias em Campo Grande

Foto: Divulgação/Procon-MS

Consumidores insatisfeitos com o  atendimento dispensado por agências  das  diversas instituições financeiras em Campo Grande têm se dirigido à  Superintendência para Orientação e Defesa  do Consumidor –Procon/MS, órgão da Secretaria  de Estado  de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho – Sedhast para denunciar irregularidades praticadas pelos bancos na Capital.

Com isso, foi realizada uma  ação de fiscalização na  qual, novamente, foram autuadas todas  as unidades visitadas sendo constatados os mais diversos tipos de  desobediência às normas legais.  Em atendimento às  denúncias, varias delas  formalizadas por meio do Fale Conosco,  que é parte integrante do site oficial do Procon Estadual, a ação se  desenvolveu em nove agências.

 Em relação à Caixa Econômica Federal, houve maior número de denúncias, envolvendo quatro agências (avenida Zahran, Júlio de Castilhos, Bandeirntes e  Aero Rancho). O Bradesco teve duas unidades (Cidade Morena – no bairro Amambaí – e  avenida  Zahran)  fiscalizadas.  A equipe visitou, também, agências do Banco do Brasil (avenida Júlio de Castilhos), Santander ( avenida Bandeirantes) e Itaú Unibanco (avenida Julio de Castilhos).

As irregularidades constatadas  foram recorrentes.  Se repetiram. Por exemplo,  excesso de espera atendimento que, em agência da Caixa, chegou a 1 hora e 20 minutos ocorrência  que  se repetiu, mesmo que em empo menor, nas demais unidades bancarias  fiscalizadas. Em tempo de pandemia, foi verificada a  ausência de cuidados  que concorressem para evitar a proliferação  da Covid 19, como é o caso  de  desrespeito ao distanciamento, falta de  produtos para higienização entre outros.

Problema combatido pelo Procon Estadual em obediência à legislação estadual, a emissão de  comprovantes de atendimento em papel termossensível  foi  verificada na maioria das agências, bem como  a  ausência de  exemplar  da lei que  regulamenta o atendimento preferencial a  gestantes, idosos, mães com crianças  ao colo, idosos, portadores de necessidades  especiais e autistas.

Deixar um comentário

%d blogueiros gostam disto: