Cultura

Programa Cidadania Viva realiza 2ª edição da semana dos ODS

Com o objetivo de debater os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, o programa Cidadania Viva, ligado à Setescc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania), realiza a 2ª edição da Semana dos ODS, Cidadania Viva na Agenda 2030.

As oficinas têm como propósito debater os 17 ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), envolvendo a cidadania, além de relatar sobre práticas educomunicativas. Para a coordenadora executiva do programa, Elisangela Rodrigues, a Agenda 2030 faz parte do edital de seleção dos bolsistas. “A agenda 2030 sempre foi algo que nós pensamos para inclusão mesmo dentro das ações da prática educomunicativa”.

Programação

No dia 24 de julho será ministrada a oficina Pilar Rota Cidadã, que abordará a História do Mato Grosso do Sul, com o intuito de trabalhar o orgulho sul-mato-grossense por meio da música e arte, falando de artistas que são ícones para o cenário local. 

No dia 25, Pilar Prosa Cidadã. Será feita uma roda de conversa sobre diversos temas, como a cultura indígena, cultura negra, pautas LGBTQIAPN+ e pautas relacionadas à pessoa com deficiência. Já no dia 26, será a vez de Pilar Vozes Cidadãs. Serão realizadas oficinas de edição de vídeo. E, por último, Pilar Pontes para Cidadania, no dia 27. Uma exposição de artistas do programa com dança, música, declamação de poesia e roda de conversa sobre cultura preta e suas formas e expressões artísticas.

De acordo com a bolsista do programa Sarah Arinos, na semana dos ODS será tratado também um novo projeto do programa Cidadania Viva, chamado “Cultura Preta”. “No dia 25 de julho, que é um dia emblemático para mulheres negras, vamos iniciar a nossa série de conteúdos com vozes negras, por meio de podcasts, vídeos, em que indicaremos filmes, álbuns e faremos uma roda de conversa tratando da cultura preta”, frisa.

O supervisor e monitor social João Victor acredita que a semana de ODS, além de debater a importância de cada um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, é essencial para se colocar no lugar do outro. “Precisamos ver o outro, entender a visão de diversas pessoas, para que dessa forma você consiga ter um conhecimento de uma maneira que você não tinha antes” comenta.

No final da semana, os jovens farão um mini sarau, em que poderão se expressar de forma musical e com dança e teatro, entre outros. A semana de programação é aberta ao público. As inscrições podem ser feitas AQUI.
Fonte: Governo do Estado de MS

Deixe uma resposta