Polícia

Suspeito de matar secretário foi demitido por recusar usar máscara, diz irmã da vítima

Foto: Dourados News

O funcionário suspeito de ter matado o secretário de Agricultura Familiar da Prefeitura de Dourados, Alceu Junior Bittencourt, 36 anos, foi despedido por se recusar a usar máscara de proteção enquanto trabalhava na barbearia onde aconteceu o assassinato, segundo relato da irmã da vítima. A demissão ocorreu no mesmo dia do crime.

“Ajudem a divulgar, matou meu irmão na covardia. Ele estava trabalhando, era servidor público, trabalhava no seu salão nas horas vagas, deu emprego para o Fernando, demitiu ele hoje [sábado – dia 4] por estar sempre se recusando a trabalhar de máscara, Fernando se revoltou e cortou o pescoço do meu irmão enquanto ele cortava o cabelo de um cliente”, relatou Valkiria Bittencourt, no Facebook neste domingo (5). 

Conforme o site Dourados News, o acusado teria fugido em um Corsa vermelho, e ainda não foi localizado pela polícia.

A Prefeitura de Dourados decretou luto oficial de três dias devido à morte de Alceu Junior Silva Bittencourt, considerado pelo órgão como “um servidor exemplar e que vinha desempenhando com dedicação as funções à frente da Pasta [Secretaria de Agricultura Familiar]”.

Na manhã deste domingo (5) amigos e familiares de Júnior estiveram no cemitério Santo Antônio de Pádua. O corpo foi sepultado com uma bandeira do flamengo sobre o caixão.

Deixar um comentário

%d blogueiros gostam disto: