Cidades

Verba do Estado para o transporte coletivo da Capital chega hoje, com 1ª parcela de R$ 1,2 milhão

A primeira parcela de R$ 1,2 milhão para subsidiar o passe dos estudantes da Rede Estadual que utilizam o transporte público de Campo Grande será paga à prefeitura municipal nesta quinta-feira (30), um dia após o acordo ser costurado pelo governador Reinaldo Azambuja com a prefeita Adriane Lopes e o Consórcio Guaicurus.

Reinaldo Azambuja anunciou o pagamento em entrevista à imprensa. “Resolvemos o problema, assinamos ontem o convênio e hoje estamos depositando a primeira parcela, fazendo o pagamento para evitar o caos”, afirmou o governador.

Com o socorro financeiro do Estado, a tarifa do transporte público de Campo Grande vai ficar congelada em R$ 4,40 até o final deste ano. Esta foi a contrapartida exigida pelo governador para fazer o repasse financeiro todos os meses, até dezembro de 2022. A condição foi aceita pelo Consórcio Guaicurus, que administra as linhas de ônibus da Capital.

Na reunião que selou o acordo, realizada ontem no Paço Municipal, o secretário estadual de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Rocha, ressaltou que o apoio mostra o compromisso do Estado com a população de Campo Grande. “A prefeita procurou nossa ajuda e o Governo novamente contribuiu, em uma parceria que não era nossa obrigação, mas de forma voluntária fará esta transferência mensal”, destacou.

A prefeita Adriane Lopes agradeceu o apoio do Governo e destacou que esta construção coletiva permitiu o acordo com o Consórcio Guaicurus, evitando transtorno à população. “Nós entramos com a alíquota zero de ISS, custos dos estudantes da rede municipal e pessoas com deficiência e o governo vai nos ajudar arcando com os alunos da rede estadual, assim não terá reajuste (tarifa) até dezembro”, falou.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: