CidadesPolítica

Zeca do PT pode ser candidato a prefeitura de Campo Grande

O ex-governador Zeca do PT é um dos nomes mais cotados para ser o cabeça de chapa do Partido dos Trabalhadores (PT) na eleição para prefeitura de Campo Grande.

Zeca já se dispôs a enfrentar mais uma eleição, mas lembra que há outros nomes que podem ser colocados na disputa pelo partido como os deputados estaduais Pedro Kemp, Cabo Almi e o ex-deputado estadual Amarildo Cruz.

Na medida em que as eleições municipais vão chegando, os partidos começam suas estratégias lançando vários nomes para disputa e fragmentar afim de negociar coligações na chapa executiva. Nesta próxima eleição de 2020 não haverá coligações proporcionais para vereadores.

Entre os cotados estão o procurador do Ministério Público, Sérgio Harfouche (PSC), que tem sido namorado pelo MDB (Movimento Democrático Brasileiro) após ser o campeão de votos no último pleito para senador na Capital. Ele chegou a ser cogitado para substituir a senadora Simone Tebet (MDB) a eleição ao governo do Estado. 

O atual prefeito Marquinhos Trad (PSD) que vai para reeleição com apoio do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), a deputada federal, Rose Modesto (PSDB) também demonstra a intenção de participar desta disputa, cogitando até mesmo a ida para outro partido caso os tucanos vetem sua candidatura.

As novidades estão no Partido Socialista Brasileiro (PSB) que tem no comando do partido o médico Ricard Ayche, presidente da Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul. A segunda novidade é o ex-senador Delcídio do Amaral (PTC), que bagunçou a disputa ao Senado com uma candidatura surpresa as vésperas do dia da eleição e mesmo assim teve uma boa votação. Desacreditado esta o ex-prefeito da Capital e ex-governador André Puccinelli, que continua no comando do partido mesmo com a prisão ocorrido por conta das investigações da operação Lama Asfáltica.

Deixar um comentário

%d blogueiros gostam disto: