Política

Advogado diz que filho do governador Reinaldo irá provar sua inocência

Foto: Divulgação/Receita Federal

O advogado Gustavo Passarelli da Silva divulgou nota, na tarde desta terça-feira (24), para dizer que Rodrigo Souza e Silva, filho do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), provará a inocência no decorrer das investigações da Operação Lama Asfáltica.

“Souza e Silva prestará todos os esclarecimentos necessários nos autos, comprovando a total ausência de envolvimento em qualquer ilícito e a fatos objeto de investigação da Operação Lama Asfáltica”, ressaltou.

“O advogado de defesa de Rodrigo Souza e Silva, Gustavo Passarelli, informa que ainda não teve acesso aos autos de busca e apreensão e ao inquérito policial. A defesa informa que não houve medida restritiva de liberdade aplicada contra seu cliente”, destacou, pondo fim aos boatos de que o filho de Reinaldo foi um dos alvos das medidas cautelares.

Rodrigo Silva  é um dos alvos da Operação Motor de Lama, 7ª fase da Operação Lama Asfáltica. O escritório em que ele trabalha, Ferreira & Novaes Sociedade de Advogados, foi um dos locais onde foi cumprido mandado de busca e apreensão.

De acordo com a assessoria da Polícia Federal, Rodrigo Silva é acusado de integrar o suposto esquema criminoso de corrupção e desvio de dinheiro no Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito). 

Nesta fase da Lama Asfáltica, é apurado suposta fraude em licitações de contratações de empresas para emissão de CNH (Carteira Nacional de Habilitação), vistoria veicular e aquisição fictícia de produtos, encabeçadas pelo Detran-MS. Há suspeita de crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Há suspeita da prática de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. O  juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara Federal de Campo Grande, determinou o bloqueio de R$ 40 milhões dos acusados de cometerem estes crimes.

*Com O Jacaré

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: