Política

Bernal 2?: TRE-MS muda de opinião de uma eleição para outra e barra candidatura de Harfouche

Foto: Divulgação/Avante

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul decidiu manter o indeferimento do registro de candidatura a prefeito de Campo Grande do Promotor Harfouche (Avante), em julgamento encerrado nesta quinta-feira (12).

A decisão é diferente do entendimento do Tribunal proferida em 2018, quando o TRE-MS aceitou a candidatura de Harfouche ao Senado, sendo o mais votado na Capital, mas não o suficiente para conseguir se eleger.

Harfouche ainda deve recorrer ao Superior Tribunal Eleitoral (TSE) para tentar reverter a situação. No entanto, seus eleitores ficam em uma encruzilhada.

O nome do procurador segue como opção nas urnas, neste domingo (15). Porém, caso não consiga uma decisão favorável no TSE, seus votos são anulados.

Não é a primeira vez que o TRE-MS muda de opinião de uma eleição para outra. O caso mais emblemático é o do ex-prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (Progressistas). Ele conseguiu aval para disputar o Senado em 2014 e a reeleição de prefeito em 2016, mas não foi eleito em ambas.

Em 2018, quando o ex-prefeito obteve 47 mil votos e conseguiria ser eleito, o TRE-MS rejeitou seu registro de candidatura e os votos foram anulados.

Enfim, coisas da Justiça.

Deixar um comentário

%d blogueiros gostam disto: