CidadesMeio Ambiente

Calor extremo: “Do ponto de vista da meteorologia, o inverno já acabou”.

Foto: Saul Schramm/Portal de MS

“Do ponto de vista da meteorologia, o inverno já acabou. Nós já estamos na primavera. Então, daqui pra frente, até podem acontecer curtíssimos episódios de frio, mas ondas de frio grandes, como a gente observou duas vezes nesse inverno e ainda formam poucas, dificilmente”, disse o meteorologista César Soares, no Jornal Hoje, na sexta-feira (12).

Com temperaturas e sensação térmica acima dos 40ºC, Mato Grosso do Sul parece viver essa realidade apontada pelo especialista. No entanto, as chuvas só devem chegar de forma significativa ao Estado quando a primavera começar oficialmente, no dia 22 de setembro.

Enquanto isso, MS continua em alerta para onda de calor e baixa umidade do ar. Válido até domingo (13) o aviso emitido pelos institutos de meteorologia sinaliza risco potencial à saúde humana, ou seja, é preciso redobrar os cuidados habituais, especialmente com idosos e crianças, pois a umidade do ar ficará entre 20% e 12% e as temperaturas acima dos 40°C. 

Entre as instruções para aliviar o desconforto e cuidar da saúde estão: ingerir bastante líquido, evitar atividades físicas, evitar exposição ao sol nas horas mais quentes do dia, usar hidratantes para pele e protetor solar, usar soro fisiológico nos olhos e narinas, além de umidificar os ambientes seja com aparelhos, bacias com água ou toalhas molhadas. 

Quando chove?

Para quem está se perguntando sobre a chegada da chuva para amenizar a sensação de deserto que atinge o Estado, ela deve chegar de forma isolada a partir do aumento de nuvens entre os dias 15 e 17 em algumas regiões, segundo o meteorologista Nathálio Abraão. As condições atuais de predomínio da massa de ar seco só devem enfraquecer após o início da primavera no dia 22 de setembro.

Deixar um comentário

%d blogueiros gostam disto: