Política

Capitão Contar defende afastamento e impeachment de Reinaldo Azambuja

Foto: Divulgação/Portal de MS

O deputado estadual Capitão Contar (PSL) recorreu às redes sociais para defender o afastamento e impeachment de Reinaldo Azambuja (PSDB) do comando do governo de Mato Grosso do Sul.

“O governador de Mato Grosso do Sul precisa ser afastado! É inadmissível que ele continue administrando o nosso Estado. MPF denunciou Reinaldo Azambuja como chefe de uma organização criminosa no esquema de corrupção no Governo de MS”, publicou Contar em sua página do Facenook, nesta sexta-feira (16).

Na quarta-feira (14), o Ministério Público Federal (MPF) enviou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) denúncia contra Reinaldo Azambuja pelos crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Os fatos objeto da denúncia ocorreram entre 2014 e 2016, num esquema de corrupção que envolveu o pagamento de R$ 67 milhões em propina a Azambuja e a outros denunciados. Como contrapartida, os agentes públicos garantiram isenções fiscais e benefícios ao grupo empresarial JBS em valores que ultrapassam R$ 209 milhões.

“Estamos nessa luta pelo impeachment desde julho deste ano, quando solicitei compartilhamento de provas existentes do inquérito policial relativo à Operação Vostok, para embasar um pedido de processo de impeachment do governador Azambuja. Assim, como denunciei o possível superfaturamento na compra de cestas básicas”, prosseguiu Contar.

O parlamentar ainda levantou dúvidas sobre o uso de dinheiro destinado ao combate à pandemia da covid-19 no Estado.

“O Governo de Mato Grosso do Sul recebeu R$ 893 milhões de verba referentes à Covid, mas como confiar na correta aplicação desses recursos, diante a fortes indícios de corrupção e tantos escândalos?”, concluiu.

O governador de Mato Grosso do Sul precisa ser afastado! É inadmissível que ele continue administrando o nosso Estado….

Posted by Capitão Contar on Friday, October 16, 2020

Deixar um comentário

%d blogueiros gostam disto: