Geral

Escolas da rede estadual recebem equipe da CGE-MS para apresentação do projeto de controladoria cívica

As unidades escolares da REE (Rede Estadual de Ensino) nos municípios de Bela Vista, Bonito, Caracol, Guia Lopes da Laguna, Jardim, Nioaque e Sidrolândia recebem, a partir de hoje (10) até sexta-feira (14), visita da equipe organizadora do projeto “Estudantes no Controle” para divulgação e reconhecimento das unidades escolares.

O Estudantes no Controle é uma iniciativa da CGE-MS (Controladoria-Geral de Mato Grosso do Sul) em parceria com a SED (Secretaria de Estado de Educação) para promover a cidadania fiscal e a participação social, estimulando o reforço de valores éticos universais, fundamentais no enfrentamento da corrupção. O foco são ações práticas de exercício de cidadania ativa, para que os participantes assumam uma postura de protagonismo na escola, que se expressa no compromisso com a conservação do patrimônio público e com a disseminação de conhecimentos e práticas de participação e controle social nas suas comunidades

Em 2023, os estabelecimentos escolares que ofertam os anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) e o Ensino Médio (1º, 2º e 3º ano), incluindo a EJA (Educação de Jovens e Adultos) e Educação Profissional nos 18 municípios que foram divulgados no edital poderão participar do projeto.

Inscrições

As inscrições podem ser realizadas até às 23 horas do dia 20 de abril de 2023, somente por meio do site www.cge.ms.gov.br – no campo “Estudantes no Controle” – para o preenchimento do formulário on-line. Este ano foram disponibilizadas 60 vagas.

Até o momento, 29 escolas já garantiram a participação para disputar as etapas do “Estudantes no Controle” e também a premiação oferecida de R$ 2.000,00 a R$ 13.500,00, para as unidades escolares, e de R$ 1.250,00 a R$ R$ 8.250,00 para o professor orientador.

Etapas

A cada ano, as etapas do Estudantes no Controle ficam mais desafiadoras. Para conquistar as metas estabelecidas é necessário participar:

  • da oficina: para o treinamento dos professores orientadores e ministrada pela equipe da CGE-MS, coordenadora do Projeto – não pontuável, eliminatório e que será realizada na primeira semana de maio;
  • do teatro: fundamental assistir à peça teatral – não pontuável, eliminatório a ser ofertada na segunda quinzena de maio;
  • da auditoria cívica: é a realização de atividade diagnóstica em diversos locais da escola, indicando os problemas encontrados – corresponde a 250 pontos e deve acontecer em junho;
  • do desafio: consiste no desenvolvimento de ações práticas que visam corrigir os problemas levantados na etapa anterior – corresponde até 550 pontos e está programada para execução em setembro;
  • da tarefa especial: as equipes deverão desenvolver material com temática ligada ao trabalho desenvolvido pela CGE-MS, divulgando o mesmo no âmbito escolar – a pontuação pode chegar até 200 e a execução deve ser em agosto.

Karla Tatiane, CGE-MS
Foto: Ascom SED

Deixe uma resposta