GeralPolítica

Investimento de R$ 674 milhões reforça sistema de energia e acompanha crescimento de MS

Fotos: Saul Schramm

Mato Grosso do Sul cresceu e o desenvolvimento do Estado, que ainda está se aproximando dos 50 anos de criação, ocorre a todo vapor. Muito ainda tem por vir e, por isso, investimentos em infraestrutura – seja privado, público ou em parceria – são cada vez mais demandados para atender as necessidades que brotam aos quatro cantos sul-mato-grossenses.

E foi justamente para planejar tais trabalhos que o Governo de Mato Grosso do Sul e a Energisa sentaram para discutir as ações a serem feitas no Estado. Em encontro na sexta-feira (23) com o governador Eduardo Riedel, os dirigentes da concessionária de energia elétrica apresentaram o plano de investimento da empresa para 2024, que soma R$ 674 milhões.

“Ter uma demanda adequada de energia é essencial para que possamos abrir as portas do Estado para novos negócios, para atrair empresas dos mais diversos setores e para expandir ações que tem como objetivo o bem-estar de nossa população”, comenta o governador.

O volume de recursos fortalece o fornecimento de energia elétrica, motriz do desenvolvimento local, auxiliando na manutenção do ritmo de crescimento dos últimos anos. “Não podemos falar em estado próspero e em desenvolvimento sem ter os investimentos necessários em energia elétrica, sãocoisas que caminham conjuntamente”, comenta o secretário de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul, Jaime Verruck.

“Não dá pra atrair indústrias, ter novas habitações, se não houver esse atendimento direto da Energisa. Então a empresa veio aqui apresentar o investimento total para 2024, atendendo os principais pontos onde o Estado está crescendo. Os números deixam evidente que o consumo de energia sobe junto as taxas de crescimento do Estado”, completa o secretário.

Atualmente, a Energisa atende 74 dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, estando esse território todo eletrificado. O volume atual e a projeção de investimentos é considerada adequada, sendo que a concessionária já se prontifica a ampliar suas atividades para atender possíveis novas demandas que apareçam com novos grandes empreendimentos.

Riedel em conversa com Novaes

“O foco do investimento em 2024 é atender os novos empreendimentos que chegam ao Estado, reforçar a confiabilidade do sistema em diversas regiões e preparar o Mato Grosso do Sul para o crescimento que se avizinha”, afirma o diretor-presidente da Energisa MS, Marcelo Vinhaes. “Hoje, somos um Estado que está 100% eletrificado, onde todos os sul-mato-grossenses podem enxergar o benefício e o conforto proporcionado pela energia elétrica”, complementa.

O ano de 2024 é o que a Energisa completa 10 anos de atuação em Mato Grosso do Sul, atendendo a 1,14 milhão de clientes. Entre investimentos e manutenção da estrutura operacional, mais de R$ 1,27 bilhão serão injetados na economia do Estado este ano. 

Nessa década de trabalho, a Energisa abriu 14 novas subestações, incrementou 44,5% na potência instalada, aumentou em mais de 48,5% do total de quilômetros de redes de transmissão e distribuição de energia, atendeu 2.873 unidades no Pantanal Sul-mato-grossense com o Projeto Ilumina Pantanal, entre outras ações feitas em Mato Grosso do Sul.

Além de Riedel, Verruck e Novaes, a reunião – que aconteceu na governadoria – contou com a presença do diretor técnico-comercial da Energisa MS, Paulo Roberto dos Santos, e do gerente de Planejamento e Orçamento da empresa, Rodolfo Acialdi Pinheiro.

O plano apresentado foi considerado suficiente pela equipe do Governo de Mato Grosso do Sul, que aproveitou o ensejo para discutir o encurtamento de prazos de atendimento das obras da Energisa no Estado. “Alguns empreendimentos tem um alongamento em termo de obra, e a Energisa está reformulando sua estrutura de manutenção para conseguir atender em um prazo mais curto além do que legislação está estabelecendo”, explica Verruck.

Governo e Energisa conversam sobre investimentos

Confira abaixo as principais ações do Plano de Investimentos e Manutenção da Energisa MS. Estão previstas obras que envolvem ampliação de subestações e construção de redes:

• Ampliação da Subestação de Bataguassu, possibilitando o desenvolvimento da região e atração de novas indústrias.

• Ampliação da Subestação Pedra Redonda, em Itaquiraí, visando o desenvolvimento dessa importante região agrícola do sul do estado.

• Construção de Linha de Alta Tensão para conexão à Rede Básica de Iguatemi, que possibilitará conexão com a rede básica trazendo mais estabilidade e segurança para diversos municípios da região sul do estado: Eldorado, Iguatemi, Itaquiraí, Mundo Novo e Naviraí.

• Ampliação da Subestação de Bonito, permitindo o crescimento desse importante polo do turismo sul-mato-grossense.

• Diversos investimentos em todos os municípios da concessão visando a melhoria da qualidade do serviço.

Nyelder Rodrigues e Natalia Yahn, Comunicação Governo de MS

*com informações da Ascom Energisa MS

Deixe uma resposta