Política

Ministério Público denuncia prefeito por contratação de parentes

Foto: Reprodução/Facebook

O prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes (PSDB), foi denunciado por contratar o irmão, a cunhada e o concunhado para cargos comissionados no município e serem pagos com dinheiro público dos corumbaenses, o famoso nepotismo.

O Ministério Público Estadual (MPMS) apurava a situação desde maio de 2020 e denunciou o prefeito por improbidade administrativa. A ação está sob análise do a Vara de Fazenda Pública e de Registros Públicos de Corumbá.

O MPMS pede, em caráter liminar, a nulidade das nomeações, sob pena de multa diária de R$ 5 mil e que a Prefeitura de Corumbá se abstenha de contratar cônjuge, companheiro e parentes em linha reta colateral, até 3º grau (pai, mãe, avós, tios, sobrinhos, irmãos).

Além disso, quer a condenação de Marcelo Iunes pela prática de improbidade administrativa, com as consequentes sanções previstas, entre elas, o ressarcimento do dano, perda da função pública e suspensão dos direitos políticos de 3 a 5 anos. O valor da causa foi calculado em R$ 2,6 milhões, referente ao pagamento da multa civil referente ao salário do prefeito multiplicado por cem.

Outro lado

Em nota à imprensa, a Prefeitura de Corumbá informou que ainda não foi notificada formalmente da ação civil e que “tão logo o seja, vai prestar todos os esclarecimentos necessários à Justiça”. 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: