Política

Na última sessão do ano, Prof. João Rocha ressalta legado de unidade e harmonia na Câmara

Na última sessão do ano, o presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Prof. João Rocha, destacou o trabalho desenvolvido pelos parlamentares nos últimos quatro anos e reforçou o legado deixado pela atual Legislatura: unidade, harmonia e entendimento.

“Conseguimos fazer o melhor de nós. Uma Câmara bastante técnica e criteriosa, que não se preocupou só com a política, mas com as pessoas de Campo Grande. Não politizamos temas como a pandemia, que precisa ser cuidada de forma humanitária e responsável”, apontou.

A Câmara encerrou o ano com mais de 300 projetos aprovados em 83 sessões realizadas, mesmo com a pandemia do novo Coronavírus. Segundo Rocha, tudo isso foi possível graças a unidade da Casa.

“Os senhores honraram essa Casa. É uma Casa grande, não no aspecto físico, mas pela qualidade dos senhores que compõem essa legislatura até o dia 31 de dezembro, e isso me deixa muito feliz. Tudo que conseguimos fazer, avançar, fizemos poque respeitamos o coletivo. Trabalhamos em unidade. Pensamentos diferentes, entendimentos diferentes, ideologias diferentes, mas respeito ao mandato”, completou.

E, para manter essa unidade na Casa de Leis, sem disputas, Rocha declarou apoio ao vereador Carlão para presidir a próxima Mesa Diretora da Câmara.

“Neste entendimento, pensando na unidade, pensando na harmonia, entendemos que seria melhor que não tenhamos disputa, nem uma Casa dividida na próxima legislatura. Trabalhamos pela unidade da Casa, para que tenhamos chapa única e que possamos dar segmento a esse conceito que essa Casa conseguiu implementar. Esse é o nosso legado: unidade, harmonia e entendimento”, finalizou.  

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: