Polícia

Operação da Polícia Civil mira acusados de pedofilia em 6 cidades de Mato Grosso do Sul

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul realiza, nesta quarta-feira (12), a Operação “Deep Caught 2” contra acusados de crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet.

A operação cumpre sete mandados de busca e apreensão em seis cidades do Estado, que não foram divulgadas, mas há relatos de prisões em Campo Grande, Nova Andradina, Dourados e Caarapó.

A ação é coordenada pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente e desde as primeiras horas da manhã as equipes procuram os suspeitos.

Os suspeitos foram identificados com base em elementos informativos coletados em ambientes virtuais com indícios suficientes de autoria e materialidade dos crimes dos quais estão sendo acusados.

O nome da operação, “Deep Caught 2”, refere-se ao trabalho investigativo realizado pela polícia no ambiente da Deep Web e com a consequente localização e captura de autores de crimes praticados contra crianças e adolescentes.

No Brasil, a pena para quem armazena esse tipo de conteúdo varia de 1 a 4 anos de prisão, de 3 a 6 anos pelo compartilhamento e de 4 a 8 anos de prisão pela produção de conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual.

*Matéria atualizada às 11h50 para acréscimo de informações.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: