CidadesPolítica

Parque dos Poderes vai ganhar revitalização e moradores apresentam sugestões

Foto: Divulgação

Local frequentado por famílias para atividades de lazer e esporte e que concentra as sedes administrativas dos poderes Executivo, Legislativo, Judiciário e Ministério Público, o Parque dos Poderes vai passar pela primeira revitalização em mais de 35 anos. O projeto foi apresentado pelo governador Reinaldo Azambuja a síndicos de condomínios localizados dentro do complexo e a grupos de atletas que usam o parque.

Frequentadores e moradores puderam apresentar sugestões que serão incorporadas ao projeto do engenheiro Marcio Machado. A revitalização inclui o recapeamento de 110 mil m² de ruas, implantação de 4 quilômetros de pista de caminhada e corrida, 4,2 quilômetros de ciclovia no canteiro central, acessibilidade, paisagismo, 70 bancos de descanso, três estações de ginástica, reforma dos estacionamentos e instalação de 41 abrigos nos pontos de ônibus e de lixeiras, além da construção de um Centro de Apoio ao Usuário com banheiros masculinos, femininos e adaptado para pessoas com deficiência. A intenção é iniciar o processo licitatório ainda em dezembro. 

Funcionário do Tribunal de Contas e diretor da Associação Firebikes Team, Paulo Eduardo Lyrio afirmou que o investimento vai ser um incentivo à prática esportiva. A Firebikes Team é a maior associação de ciclistas do Estado. “A ciclovia vai garantir segurança principalmente para os iniciantes e será um incentivo para as famílias terem momentos de lazer e saúde. Aqui até campeões estaduais treinam. Só temos a agradecer ao governador”, disse.

Reinaldo Azambuja explicou que a reivindicação é um pedido antigo e que, finalmente, poderá ser atendido. “Há tempos nos pediram que fizessemos um projeto de revitalização de todo o Parque dos Poderes. Esse parque começou a funcionar em 1982. O saudoso governador Pedro Pedrossian mudou todas as estruturas governamentais aqui para dentro. De lá para cá nunca passou por uma revitalização”, afirmou.

O governador disse ainda que todas as melhores serão feitas sem a necessidade de supressão vegetal. “É um parque de todos os sul-mato-grossenses e daqueles que nos visitam também. Idealizamos ouvindo alguns setores e vamos fazer com o menor impacto possível, respeitando o que existe. Será uma nova estrutura que além de embelezar, vai criar uma condição melhor para quem usa aqui para atividade de lazer, entretenimento, confraternização e prática esportiva”.

Fonte: Portal de MS

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: