Política

Presidente Jair Bolsonaro vem a Campo Grande nesta quinta-feira

Foto: Divulgação/Assessoria

Na próxima quinta-feira (30), o presidente Jair Messias Bolsonaro (PL) estará em Campo Grande para participar da entrega de 300 apartamentos no Residencial Jardim Canguru. O presidente do partido de Bolsonaro em MS, Rodolfo Nogueira, que também é pré-candidato a deputado federal, confirmou a agenda na tarde desta segunda-feira (27). As moradias fazem parte do projeto do Governo Federal Casa Verde e Amarela.

“Não queríamos revelar nada por enquanto, até porque todos sabem da agenda do presidente, é uma agenda muito cheia. A princípio está confirmada a vinda, mas tudo pode mudar”, afirmou Rodolfo.

Ainda de acordo com Rodolfo, o presidente do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), Helder Melillo e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães farão parte da comitiva presidencial que virá de Brasília.

A segurança do Planalto, a segurança do presidente e os responsáveis pelo cerimonial já estão no local da entrega dos apartamentos que fica no bairro Canguru.

Casa Verde e Amarela (novo Minha Casa Minha Vida )

O novo programa habitacional do Governo Federal veio para reformular o Minha Casa Minha Vida.

Com as taxas de juros mais baixas para todo Brasil , o programa Casa Verde e Amarela pretende ajudar mais de 1 milhão de brasileiros a realizarem o sonho de comprarem um apartamento financiado.

Uma das novidades do Casa Verde e Amarela foi anunciada pela Caixa em março de 2022. Trata-se da linha de crédito para reforma e adaptação de imóveis próprios destinados a pessoas com deficiência (PcD). O crédito é oferecido com recursos do FGTS e será disponibilizado para quem tem renda bruta mensal de até R$ 3 mil.

Outra novidade que já está em vigor é que o subsídio definido pelo governo federal para financiamento de imóveis do Programa Casa Verde Amarela, voltado a famílias de baixa renda, foi ampliado em percentuais que variam de 12,5% a 21,4%. Os novos valores passaram a valer no início de junho deste ano.

O acréscimo varia conforme região, renda familiar e população do município. A informação é do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: