Saúde

Saúde de MS emite alerta após registro de quatro mortes por raiva humana em MG

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) divulgou nessa terça-feira (28) um alerta solicitando atenção das secretarias municipais deste setor para o risco de notificações de casos de raiva, além de recomendações para prevenção desta zoonose. 

O aviso foi emitido após a secretaria de Saúde de Minas Gerais, Estado vizinho de Mato Grosso do Sul, registrar neste ano seis casos de notificações de raiva humana. 

Segundo o boletim, quatro pacientes com diagnóstico confirmado para raiva morreram, um está em investigação e o outro foi descartado. Dentre os óbitos, dois relataram contato com morcegos.

Em Mato Grosso do Sul, o último caso de raiva humana ocorreu em 2015, porém o vírus continua circulando. 

De 2019 a 2021, foram diagnosticados 192 animais positivos para a raiva no estado, segundo o Boletim Epidemiológico Raiva.

Em 2022 o estado já registrou 35 casos de raiva em animais, sendo eles morcegos, bovinos e equinos.

“A raiva é uma zoonose transmitida ao ser humano pela inoculação do vírus rábico presente na saliva e nas secreções do animal infectado, principalmente pela mordedura, arranhaduras e lambedura”, diz o boletim da CIEVS-MS (Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: