Saúde

Testes para detecção da covid-19 passam a ser ofertados exclusivamente nas 72 unidades de saúde da Capital

O testes para detecção da Covid-19 passam a ser ofertados exclusivamente nas 72 unidades básicas e de saúde da família (UBSs e USFs) espalhadas pelas sete regiões urbanas e distritos do Município, de forma gratuíta e por demanda espontânea, ou seja,  sem a necessidade de agendamento prévio.

Diante da redução na demanda registrada nas últimas semanas,  as atividades do Centro de Testagem implantado pela Prefeitura de Campo Grande em parceria com a Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) foram encerradas nesta segunda-feira (16).

Inaugurado em 10 de agosto do ano passado, o centro contribuiu de maneira estratégica na testagem massiva da população. Foram aproximadamente 194,5 mil testes de antígenos realizados, sendo 45,9 mil positivos e 148,5 mil negativos. A maior procura foi registrada no mês de janeiro, onde 102,5 mil testes foram realizados.

“A disponibilização desta estrutura foi fundamental para que o Município pudesse absorver a demanda por testes e certamente isso impactou de forma positiva no controle epidemilógico da doença, através da detecção precoce”, destaca o secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho.

O títular da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) ressalta que mesmo com a queda na procura pelos testes, o Município optou por manter a oferta disponível de forma descentralizada em todas as unidades de saúde, a fim de facilitar o acesso da população.

“Hoje o cidadão campo-grandense tem acesso ao teste em qualquer unidade de saúde, sem a necessidade de se deslocar para um ponto específico. É uma forma que encontramos de ampliar o serviço para aqueles que necessitam”, complementa.

O teste é recomendado para pessoas que apresentam sintomas respiratórios, como tosse, coriza, febre e dor de cabeça, até sete dias.  Após a coleta do exame, a pessoa aguarda até 20 minutos para sair o laudo, no caso do antígeno, e quem tiver o resultado positivo já tem a orientação e encaminhamento para unidade de saúde de referência para atendimento.

O paciente também passa a ser monitorado pelo serviço da Sesau e poderá entrar em contato com a teleconsulta em caso de dúvidas, pelo telefone 2020-2170.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: