CidadesSaúde

Em meio a discussão sobre lockdown, isolamento tem queda no Estado e na Capital

Foto: Chico Ribeiro/Portal de MS

Enquanto a Defensoria Pública entrou na Justiça estadual para que seja decretado lockdown em Campo Grande por 14 dias, a adesão ao distanciamento social em Mato Grosso do Sul segue muito abaixo dos 70% recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS). 

Na segunda-feira (3) a taxa média de isolamento mapeada pela In Loco foi de 36,7%. O índice deixa o estado em 21° lugar entre as unidades da federação.

Se comparado com a média de 37,6% registrada para o mesmo dia (segunda) ao longo do mês de julho, nota-se que houve aumento na movimentação nas ruas e queda no distanciamento social tão recomendado por autoridades e especialistas em saúde para evitar a transmissão do novo coronavírus.

Entre as capitais brasileiras, Campo Grande ocupa a 24° colocação com taxa de 36,2% de recolhimento, ou seja, poucas pessoas permaneceram no perímetro de 450 metros de suas residências neste início de semana. O índice também é inferior ao registrado nas segundas-feiras do último mês, conforme o gráfico apresentado.

Nas regiões com maior número de positivos para a Covid as taxas mapeadas nesta segunda foram: Dourados (37,3%), Corumbá (40,9%), Três Lagoas (37,8%), Sidrolândia (37,5%), Bataguassu (40%), Rio Brilhante (39,6%), São Gabriel do Oeste (36%), Aquidauana (46,5%), Naviraí (36,2%) e Chapadão do Sul (36%).

Confira aqui a lista completa de cidades sul-mato-grossenses e suas respectivas taxas de isolamento para o dia.

*Com informações do Portal de Mato Grosso do Sul

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: