CidadesCulturaEconomiaPolítica

Prestação de contas: Ronilço Guerreiro questiona falta de 1% para cultura

Durante audiência pública de prestação de contas da Prefeitura de Campo Grande em 2020 realizada na manhã desta quarta-feira (24), o presidente da Comissão de Cultura, vereador Ronilço Guerreiro (PODEMOS) questionou o secretário municipal de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto sobre os recursos do 1% da Cultura e melhorias nos postos de saúde.

“É nosso papel como vereador acompanhar e cobrar para que município cumpra a Lei de Responsabilidade Fiscal, mas também quero explicações sobre o dinheiro que deveria ser destinado a Cultura, pois esse 1% não dever ser usado em custeio, mas em fomento e editais para que chegue nas regiões periféricas de Campo Grande. Cultura também é economia, pulsa a cidade”, comentou Guerreiro.

O balanço foi apresentado pelo secretário municipal de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, que durante pouco mais de uma hora detalhou as informações sobre arrecadação por segmento e principais investimentos.

O secretário destacou que o município ainda precisa se organizar para cumprir essa lei. “Sei que é lei municipal a questão do 1% da cultura, queremos aumentar, seria ótimo, mas hoje não temos esse espaço fiscal”, disse Pedrossian Neto que completou. “Ano passado foi um ano difícil e fomos salvos pelo aporte do Governo Federal. Durante o trabalho precisamos de virtude e sorte para organizar as finanças e as coisas andaram bem. Tivemos muita responsabilidade no trato da gestão orçamentaria e conseguimos passar pela Pandemia cumprindo com nossos compromissos. Com essa organização poderemos investir neste ano mais de R$ 1,3 bilhão em investimentos para recuperar a economia do município”, destacou Pedrossian Neto.

Ronilço comenta também a importância de estar atento sobre os investimentos futuros. “Campo Grande tem muita demanda para atender, por exemplo muitas ruas precisando de asfalto, defasagem nas equipes de saúde e reformas nos postos de saúde, por isso precisamos entender bem tudo que tem sido feito e o porque ainda temos essas lacunas de investimento”, ressaltou o vereador.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: