Polícia

Suspeito de matar mulher na frente da filha de 7 anos é preso pela polícia

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um homem de 25 anos foi preso em flagrante, na manhã desta terça-feira (8), pela Polícia Civil de Bonito suspeito de ter cometido, nesta madrugada, crime de feminicídio que vitimou uma jovem de 26 anos.

O crime aconteceu por volta das 4 horas da madrugada no município de Bonito e foi testemunhado pela filha da vítima, de sete anos de idade. Vizinhos chegaram a ouvir os gritos da mulher e uma testemunha conseguiu ver o momento que seu companheiro saiu correndo da residência onde aconteceu o crime com a roupa suja de sangue e um facão nas mãos.

A Polícia Militar foi acionada ao local e constatou o óbito da vítima, então acionou a Polícia Civil e a Perícia. Os investigadores deram início às investigações realizando diligências no local dos fatos e nas imediações no intuito de localizar o autor do feminicídio.

A Polícia Civil conseguiu deter o suspeito em uma mata localizada na saída de Bonito sentido Pantanal. O rapaz confessou o crime e levou os investigadores na área de uma fazenda onde havia escondido a faca e a camiseta, suja de sangue, que usava no momento do delito.

Em interrogatório, contou que estava se relacionando com a vítima há cerca de sete meses, mas que o relacionamento era conturbado em razão de ciúmes excessivo que sentiam um do outro. Explicou que nesta madrugada, após discutir com a companheira, pegou uma faca e foi até o quarto onde a mulher dormia com a filha e passou a lhe desferir golpes. A mulher foi esfaqueada diversas vezes pelo autor.  

Em depoimento, a testemunha que acionou a polícia contou que o casal morava naquele local há pouco mais de dois meses e que acordou, esta madrugada, com seu cachorro latindo quando viu a filha da vítima chorando e pedindo socorro no meio da rua dizendo que precisava de ajuda pois o tio estava brigando com sua mãe.

O homem foi preso em flagrante pelo crime de homicídio qualificado pelo feminicídio em contexto de violência doméstica e podendo ser condenado a pena que varia de 12 a 30 anos de prisão. A filha da vítima foi entregue aos cuidados da avó e passa bem.   

Fonte: Assessoria Polícia Civil

Deixar um comentário

%d blogueiros gostam disto: